top of page

CO-CRIAÇÃO

O ESPLENDOR DO CAOS

a partir da obra de Eduardo Lourenço

co-criação a bruxa TEATRO e ASTA teatro

15 a 24 FEVEREIRO

qua a sáb // 21h30

dom // 16h00

a bruxa TEATRO, Évora

27 a 29 FEVEREIRO

ter a qui // 21h30

Teatro Municipal da Covilhã

1.jpg

SINOPSE

A humanidade está mergulhada num caos. O mundo chegou a um ponto onde o horror se tornou invisível. Incorporamos o inferno no quotidiano do que poderá vir a ser o mais atroz de todos os séculos, sem pânico, porque o hedonismo permanente em que vivemos, embora seja puramente decorativo e fantasmagórico, acaba por ocultar o caos.

Ao longo dos tempos, a ordem tem transformado o caos em cosmos, permitindo os vários ciclos da vida universal. Do nada se faz nova luz. Mas o que é o nada? É só a não-luz de uma luz que não teve começo nem fim ou aquilo onde tão festivamente estamos. Podemos discutir se a desordem em que estamos mergulhados desde a economia até à ética releva ou não do conceito de caos. Do que não há dúvidas é de que o habitamos como se fosse o próprio esplendor.

“O Esplendor do Caos”, obra singular escrita nos anos 90 do século passado, é o mote para um espectáculo vibrante, fragmentado, onde se cruzam linguagens, temas, reflexões e imaginações, que nos conduzem por um labirinto surpreendente em torno da pergunta “Que caos é este que habitamos?”.

Talvez não encontremos resposta para esta questão, mas vamos com certeza levantar outras perguntas. Ou não. E não faz mal.

FICHA ARTÍSTICA E TÉCNICA

Dramaturgia e Direcção  Marco Ferreira

Texto  a partir de O Esplendor do Caos de Eduardo Lourenço

Interpretação  Carmo Teixeira, Danilsa Gonçalves, Elsa Pinho

Assistência de dramaturgia e de direcção  Bárbara Soares

Desenho de luz  Pedro Fonseca, colectivo ac

Operação Técnica  Duarte Banza, Pedro Fonseca, colectivo ac

Vídeo  Paulo Santos

Fotografia  Luís Cutileiro

Cartaz  Pedro Velho

Comunicação  Helena Ribeiro, Inês Palma, Vanda Rufo

Produção  Rui Pires, Vanda Rufo

Classificação  M/14
Duração  60'

20240124_121027.jpg

Reservas para abruxateatro@gmail.com // 266 747 047

2.jpg
bottom of page