A Curiosidade dos Anjos
François Cervantés

842fb2e4-4863-4e17-9399-c3894254616c.jpg

Sinopse 

“Zig e Arletti, um homem, uma mulher; dois palhaços, perdidos como dois vagabundos ou puros como dois anjos, reduzem o mundo a algumas questões fundamentais. O riso é talvez uma forma de aprendizado: tudo é ridículo até que possamos resolver o nosso relacionamento com o outro. Esta peça, é isso, é tudo, é a reunião do outro.
"Tornar-se um palhaço não é colocar um nariz vermelho, não é fazer rir, ser caricatural ou excêntrico, colocando roupas coloridas e cabelos vermelhos, não é rir ou chorar em voz alta.(...)Tornar-se um palhaço é tornar-se um poema."
“Dois sesres que fizeram a escolha de uma aventura irreversível, que questionam o mundo do teatro e nos lembram que quanto mais precisamos nos unir, mais precisamos nos aprofundar em nossa solidão. Os palhaços, esses personagens marginais nos quais tantas pessoas se reconhecem, uma marginalidade que forma um corpo, que cria um mundo.”


François CERVANTÉS

92c1b83a-b76c-42b4-9d39-646c8b21077e.jpg
d59a3e55-ef69-42b2-84db-bae88cde4e1e.jpg
7296aa46-b29b-4ee2-ba8b-9f53f09b0a22.jpg
Tradução de JOANA Caspurro
Encenação de Figueira CID
Espaço cénico e figurinos de CATARINA Cid
Violino com ANDREIA Vaz
Com DUARTE Banza e ELSA Pinho
Imagem do espectáculo ROSA Ramos
Professora de russo SVITLANA KARPOVA
Montagem e operação de luz  CARLOS Mavioso
Tela a partir de Tarantula Nebula, NASA, ESA, E. Sabbi (STScl)
Assistente de produção CAMILLE Oliveira
Produção 'a bruxa TEATRO'
Agradecimentos  João PITEIRA | António REBOCHO

 
72246e48-465f-45aa-9294-6a47d60f646c.jpg

39ª Produção | 2020