top of page

ESPECTÁCULOS PARA DIGRESSÃO

A Carne dos Rabos Tristes
de Pierre Notte

Uma negra sedutora que passa o seu tempo a apanhar sol, uma loira atordoada que vende crepes, um rapaz suicida que vende a carne das suas nádegas, e um pai falecido que quer ser perdoado, envolvidos num estranho comércio destinado à reconciliação dos seres.

Ao envolver música e poesia, Pierre Notte – pela primeira vez apresentado em Portugal, se nos não falhou a pesquisa -- estabelece uma distância lúdica para melhor decifrar a violência humana.

 

Neste music-hall, impulsos animalescos misturam-se com a doçura dos crepes de açúcar. É um vai-e-vem entre a crueldade e o humor, onde as melodias convergem para surpresa de nós mesmos. Uma metáfora sobre a dádiva incondicional, o amor e a esperança.

ACDRT - cartaz jpeg.jpg

Chovem Amores na Rua do Matador 

de Mia Couto e José Eduardo Agualusa

'Chovem Amores na Rua do Matador' narra o conflito entre Baltazar Fortuna e as três mulheres com quem se relacionou, Mariana Chubichuba, Judith Malimali e Ermelinda Feitinha.

Baltazar é um homem que anda amargurado com a vida, com Deus e consigo, portanto, regressa à vila onde vivem as três mulheres com uma única intenção, matar uma por uma. Ele acredita que elas são as responsáveis pela sua vida de infortúnio. O que Baltazar não estava à espera é que elas não pretendem colaborar, não querem morrer.

CartazA3.jpg
bottom of page